Mudança em São Paulo: 8 ideias para tornar mais prática

mudança em são paulo
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest

Mudança em São Paulo – Como facilitar sua vida.

Veja algumas dicas que facilitam a sua mudança em São Paulo e tornar esse processo menos complicado!

Muita gente tem verdadeiro pavor de mudança e nem gosta de falar no assunto. Afinal, além de toda implicação emocional gerada pela expectativa com a casa novae/ou com a motivação da própria mudança, a parte prática costuma ser um pouco complicada.

No entanto, apesar de todos os detalhes que devem ser levados em consideração, algumas dicas e truques bem fáceis pode fazer a sua mudança em São Paulo ser mais fácil do que imagina. Com essas ideias que separamos, tudo vai acontecer tão rápido e de forma tão eficiente, que a mudança em São Paulo nunca mais vai ser um pesadelo.

1 – Escolha o melhor horário para a mudança em São Paulo

Procure se inteirar com o porteiro ou os vizinhos qual a melhor hora para a mudança. Alguns condomínios podem ter regras bastante rígidas a esse respeito, inclusive exigindo uma antecedência mínima de aviso.

Por outro lado, casas na rua ou em vilas também merecem cuidado. Converse com os vizinhos sobre as atividades locais como horário de maior pique se houver escolas ou hospitais por perto, por exemplo, ou qual o dia da feira livre, quando a rua estará fechada.

Por isso, antes de agendar sua mudança em São Paulojunto à empresa transportadora, informe-se no novo endereço sobre os melhores dias e horários e se é necessário algum procedimento formal.

2 – Contrate uma empresa que tenha seguro de carga

Se você está mudança de uma cidade ou estado para outro, não esqueça de conferir o tipo de seguro de carga que a empresa transportadora oferece. Por lei deve ser feito o seguro de responsabilidade civil, mas ele tem cobertura restrita, não cobrindo furto ou roubo, por exemplo.

A empresa deve oferecer seguro contra qualquer dano aos seus móveis e objetos, tendo tudo bastante especificado em contrato, inclusive se houver obras de arte. Essa cobertura vale também se você está de mudança em São Paulo apenas entre bairros.

Não esqueça também de fazer uma pesquisa online sobre a idoneidade da empresa e se há reclamações dos consumidores. Se possível, use uma transportadora que já seja conhecida ou seja indicação.

3 – Use caixas inteligente na sua mudança

Muita gente opta por embalar a própria mudança, o que geralmente acaba sendo mais complicado do que se imagina a princípio. Mas não tem que ser assim. Para começar, separe caixas de todos os tamanhos. Lembre-se que não adianta uma caixa grande ficar muito pesada: ela pode não aguentar o peso e se romper. Então prefira colocar coisas leves nas unidades maiores como tapewares, por exemplo. Deixe livros e louças para as menores.

Separe um estilete para fazer alças na caixa cortando pequenos triângulos de cada lado, de forma que os dedos se encaixem para levantá-las com mais facilidade. Etiquete todas elas com a quantidade, o cômodo e o conteúdo. Por exemplo, “Caixa 1, quarto do bebê, roupa de cama”. Anote tudo em uma lista, assim fica mais fácil fazer a conferência depois.

4 – Cuidados com objetos frágeis na mudança

Bichos de pelúcia, sacos de lixo, lençóis e toalhas podem ser usados como amortecedores nas caixas com objetos frágeis. Coloque-os entre os copos, pilhas de pratos, bibelôs e cristais, por exemplo. Você também pode comprar isopor em flocos ou bolinhas para preencher os vãos e embalar tudo com plástico bolha.

5 – Não se enrole com os fios

Quanto mais eletrônicos, maior a quantidade de fios, mas para não se enrolar com eles na mudança em São Paulo, algumas dicas ajudam bastante. Por exemplo, embale a TV de plasma, o controle remoto e os fios separadamente em plástico bolha. Depois prenda os fios e o controle à parte traseira ou lateral da TV com fita adesiva bem larga, mantendo-os bem seguros. Faça isso com cada aparelho.

Outra ideia é fotografar todas as instalações com o celular. Depois, aproveite rolos de papel higiênicos para abrigar os fios e cabos. Escreva no papelão do rolo de onde é e para que serve cada um deles. Depois basta colocá-los juntos em uma caixa de sapato, por exemplo, bem fechada com fita adesiva – e identificada, é claro.

6 – Facilite a mudança do guarda-roupa

A mudança em São Paulo pode ser muito mais simples se você transferir o seu guarda-roupa praticamente da forma em que está. Mantenha as roupas nos cabides e cubra-os com sacos de lixo grandes. Numere e feche com a própria fita do saco ou com fita crepe na altura do “pescoço” do cabide. Assim elas chegam ao destino limpinhas e menos amassadas, e ainda muito mais fáceis de serem arrumadas no novo armário.

7 – Separe uma caixa para a “primeira noite”

Depois da mudança em São Paulo você vai querer mais e descansar e relaxar na casa nova. A melhor solução, então, é separar uma caixa para a primeira noite, com escova de dentes, shampoo, sabonete, toalhas, papel higiênico, roupa de cama, roupa para dormir, muda de roupa limpa, chinelos, dinheiro, documentos, lanterna, carregador do celular, benjamim, remédios habituais, pratos, colheres, guardanapos, etc. Não esqueça de deixá-la à mão e identificada externamente.

8 – Reduza o trabalho ao chegar na mudança em São Paulo

Você não precisa esvaziar gavetas, gaveteiros ou criados-mudos: basta envolver tudo com plástico filme. Para preencher os espaços e não deixar os objetos dançando lá dentro durante a mudança em São Paulo, a dica é colocar meias velhas, panos ou toalhas para calçá-los.

Viu como a mudança em São Paulo pode ser mais fácil do que imaginava? Se você também tem alguma dica para facilitar a mudança, compartilhe a sua sugestão com a gente aqui nos comentários!

 

Receba notícias Exclusivas

Quer fazer um bom negócio? Entre em nossa lista e receba informações relevantes para tomar as decisões corretas!!

Compartilhe este post com seus amigos

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *