Permuta – Conheça os 3 tipos mais utilizados *Infográfico

Permuta casa com casa
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest

Permuta

Uma dúvida de muitos dos nossos clientes é o que seria PERMUTA DE IMÓVEIS.

Quantas e quantas histórias você já não ouviu de famílias em que a casa que era do tamanho ideal para o casal e seus 3 filhos ficar pequena?

É verdade! Os filhos cresceram e acabaram criando asas pelo mundo.

Uns se casaram, outros foram morar fora para estudar e hoje existe um grande espaço que não é utilizado mais pela família toda.

Por outro lado, temos também a família que cresce, ganha um novo membro e o espaço que existia antes acaba ficando pequeno.

Coisas naturais e comuns no nosso dia a dia.

Podemos também citar quando o lado financeiro da família não está muito bom e ela decide ir para um local onde terá uma redução nos custos.

Isto irá trazer um fôlego até que as coisas voltem para o lugar.

Enfim, todas as mudanças existem com uma necessidade específica, independente de qual é a sua, pode ser que a permuta se encaixe muito bem no que você necessita!


O que é Permuta de imóveis?

Antes de mais nada o termo permutar é utilizado quando, na negociação, temos a COMPRA e VENDA de um imóvel incluindo um outro imóvel como parte de pagamento.

Neste caso, a palavra mais de mais facil compreensão para permutar utilizarmos seria a TROCA.

A permuta pode ser feita entre qualquer tipo de imóvel, seja ele um  apartamento, terreno, casa e até mesmo imóveis em construção.

Ficou complicado? Vamos simplificar:

Primeiramente vamos supor que você esteja interessado em comprar um apartamento na mooca, mas antes precisa precisa vender seu imóvel.

Independente da venda do seu apartamento, começa a buscar opções de imóveis na região que você gostaria de morar.

Você não tem o dinheiro total para fazer a compra do apartamento sem vender o seu.

Então o processo normal será você vender o seu imóvel e, com o dinheiro recebido pela venda, adquirir um novo.

Porém, sabemos que quando falamos em negociação imobiliária nem sempre é tão rápido quanto imaginamos.

Então, apartir daí começamos a considerar uma permuta.

Troca de imoveis Permuta

Permutando na prática

Vamos supor que você encontrou o apartamento que queria, com as características que gostaria, mas depende da venda da sua casa para conseguir comprar este apartamento.

Neste caso, você depende de um fator externo para a compra, ou seja, encontrar uma pessoa que esteja interessada e compre a sua casa antes de você fazer a proposta no novo apartamento.

Como você não quer perder a oportunidade e não quer que ele seja vendido, você faz a sua proposta considerando a Permuta (troca) da sua casa como parte de pagamento no apartamento.

É importante utilizar um intermediador na negociação, preferencialmente uma imobiliária especializada.

Só para exemplificar, na permuta você tem 3 situações:

1 – Permutando (Troca) com valor de volta

Neste caso você tem uma casa de Maior valor (casa 1) e quer comprar um apartamento de (Casa 2) Menor Valor.

Vamos ao exemplo abaixo:

Permuta casa por casa

Sua casa vale R$ 500 Mil reais e você se interessou por um apartamento de R$ 300 Mil reais.

Acertando-se os valores com ambas as partes você daria seu imóvel como parte de pagamento ( 500 Mil ) e a pessoa de quem você está comprando deve lhe pagar a diferença do valor do imóvel dela.

Neste caso:

Você daria seu imóvel como Permuta (parte de pagamento), receberia o Apartamento (Avaliado em R$ 300 mil) e ainda receberia  R$ 200 Mil de diferença, completando assim o valor de R$ 500 Mil.

No caso da pessoa que está comprando sua casa:
Ela pagaria R$ 200 mil e ficaria com sua casa na permuta.

2 – Permutando com valor Justo

Vamos supor que você queira vender sua casa de R$ 500 mil e encontra um apartamento de mesmo valor para comprar. Neste caso seria uma PERMUTA SEM VOLTA ou COM VALOR JUSTO.

É basicamente uma troca de imóveis em que você dá o seu em troca do outro.

permuta mesmo valor

Fique atento, quando falamos sem volta não significa que você não terá nenhum custo, pois existe o pagamento das taxas para transferência do bem para o seu nome.

ITBI, Registro em cartório e podem existir outros.

3 – Permutando com Complemento

Seguindo o mesmo exemplo anterior, você tem um imóvel de R$ 500 Mil reais mas agora quer comprar uma casa de 1 Milhão.

permuta com complemento

Neste caso, ao ajustar os valores com as partes você daria seu imóvel em permuta (como parte de pagamento) e para complementar a compra ainda pagaria mais R$ 500 Mil reais para o Vendedor do imóvel que você está comprando.

É sempre bom lembrar que além dos valores definidos em permuta temos os custos para transferir o imóvel para seu nome, como falamos acima.

Estes custos vão existir independente se você está fazendo um permuta ou uma compra direta.

Acima de tudo sempre confira se a documentação do imóvel que você está comprando em permuta está apto para ser vendido.

Se o proprietário tem algum tipo de processo que pode recair sobre o imóvel e se o imóvel está quite de todas ais dívidas como: Condomínio, Iptu, Escritura, entre outros.

Quer maiores informações de como negociar seu imóvel? Desde o começo? Veja também nosso guia completo –  GUIA DO PROPRIETÁRIO.

Estes três tipos de permutas ditos acima dizem respeito as mais comuns em função de juntar duas partes “Uma compradora e outra vendedora”.

Porém, temos também permutas entre donos de terrenos e pequenos construtores.


Permutando com Terrenos

Vamos supor que você tem um terreno, bem localizado e quer vender.

Um construtor da região, que está interessado em construir, entra em contato com você.

Você está pedindo R$ 800 mil no terreno, porém em vez dele te propor este valor em dinheiro ou financiado, o construtor te faz outra proposta.

Ele te mostra o projeto que fará com 4 casas e cada uma estará avaliada em 400 mil reais.

Ao invés de ele te pagar o valor do terreno em dinheiro, ele te propõe fazer a construção das 4 casas e lhe dá como parte de pagamenento duas delas prontas.

Assim sendo, o construtor não se “descapitaliza” investindo o valor dos materiais de construção + o valor do terreno.

Já o dono se beneficia também, pois recebe um imóvel pronto e com um valor agregado igual ao combinado no início da negociação.


Permuta de imóvel paga imposto de renda?

É claro que se você chegou até aqui deve estar se perguntando:
Tudo bem eu faço uma troca, mas eu pagarei IMPOSTO de RENDA sobre esta permuta?

Não existe uma resposta única para esta pergunta já que cada caso é um caso, mas existem sim casos em que você estará isento dele.

Mas quais são estes caso?

Caso 1: Um dos casos em que o Imposto de Renda não será cobrado na Permuta é a citada acima como número 3 = Permuta de imóvel com Valor Justo.

Neste caso não haverá cobrança, pois não houve valores aportados em nenhum dos lados, apenas uma troca justa, então seu patrimônio se manteve o mesmo.

Caso 2: De acordo com o governo e as regras do Imposto de Renda as transações que forem feitas, envolvendo permuta ou não, e que o valor do imóvel seja declarado abaixo de R$ 440 mil reais não será cobrado o IR.

Como faço as declarações no meu IR?

Vocês podem ter melhores informações nesse COMO DECLARAR SEU IR, porém iremos especificar na situação de Permuta Justa como você deve fazer a declaração.

IR – Permutando com Valor Justo

Neste caso você Permutou um imóvel de mesmo valor que o seu e não houve pagamento de nenhuma das partes sem ser a troca do imóvel.

Vamos supor o caso 1 em que você Permutou sua casa de R$ 500 mil reais por outro apartamento de R$ 500 mil reais.

permuta valor justo

– Dados do imóvel para declaração – Declaração de Bens e Direitos: 

Vendedor 1 

Bem  

Situação em 31/12/2017  

Situação em 31/12/2018

IMOVEL A 

500.000,00  

0,00  

IMOVEL B 

0,00  

500.000,00  

Vendedor 2

Bem  

Situação em 31/12/2017 

Situação em 31/12/2018

IMOVEL A 

0,00  

500.000,00  

IMOVEL B  

500.000,00  

0,00  

Quais as vantagens de uma permuta?

  • Se seu imóvel possui baixa liquidez (não vende rápido), você não precisa “Queimar” seu imóvel. Pode sim utilizá-lo numa troca considerando uma compra de outro bem.
  • O mercado gira muito rápido e oportunidades logo vão embora. Se você encontrar uma boa oportunidade e esperar vender o seu para fechar pode ter perdido um bom negócio.
  • Facilidade na transação. Única exigência é que o imóvel esteja no nome dos envolvidos e que ambos estejam quitados.
  • No caso de troca justa você não precisa pagar Imposto de Renda.

     

Agora que você já sabe o que é PERMUTA e tem um imóvel em São Paulo, quer ajuda de profissionais para buscar o imóvel ideal? Anuncie seu imóvel conosco e iremos ajudar você!

 

Atualização Jurídica sobre Permuta de Imóveis (2018)

Recentemente foi confirmada pelo STJ a não incidência de tributos federais nas operações de Permuta Justa. Ou seja, as trocas de imóveis que não tiverem volta em dinheiro não serão tributadas.

O acórdão foi julgado em 21.11.2018 e deu direito a Autora da ação de ser ressarcida dos valores pagos CSLL, IRPJ, PIS e COFINS pagos indevidamente. A autora da ação, incorporadora de imóveis, fez um contrato de permuta e recebeu posse de um imóvel em troca de construir um empreendimento residencial no local.

Nesta permuta entre terreno e apartamentos, a incorporadora deu algumas unidades como pagamento deste terreno, correspondendo assim a uma troca justa e sem volta.

Os valores só podem ser tributados caso estejam dentre a Permuta com Complemento ou Permuta com volta.

Receba notícias Exclusivas

Quer fazer um bom negócio? Entre em nossa lista e receba informações relevantes para tomar as decisões corretas!!

Compartilhe este post com seus amigos

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

4 Comentários

  • Salva cօmo favorito , Eu amo seu site !

  • Alessa disse:

    Em caso de permuta, o corretor recebe a comissão dos dois lados?

    • Marlon Moro disse:

      Ola Andreza, obrigado pela sua pergunta!

      Normalmente a comissão é cobrada pelo lado do vendedor.

      Assim sendo, vamos supor que uma pessoa esteja colocando seu imóvel como parte de pagamento (vendendo) no valor de R$ 500 mil mas quer comprar um de R$ 800 mil.

      A comissão será cobrada proporcionalmente para cada parte.

      O valor total da transação seria R$ 800 mil e seria calculada a comissão de 6% sobre este valor, R$ 48 mil.

      Se fizermos a proporcionalidade, a pessoa que vendeu o imóvel de R$ 500 mil corresponde a 62,5% do valor do imóvel, e pagaria este percentual sobre o comissionamento. Neste caso, R$ 500 mil x 6% = R$ 30 mil.

      A outra parte, que recebeu o imóvel de 500 mil e ficou com mais 300 mil de diferença, pagaria proporcional aos 300 mil recebidos.
      Neste caso, 300 mil x 6% = R$ 18 mil.

      Totalizando assim o comissionamento de R$ 48 mil reais.

      Ficou mais fácil?

      Qualquer coisa estou à disposição!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *